Siga-nos

Perfil

Expresso

Porque é que os mamilos femininos são inapropriados?

Esta pergunta é colocada diariamente aos gestores de conteúdos do Instagram, de forma bem clara, curta e concisa: “Porque é que os mamilos masculinos são permitidos, mas os femininos são banidos?”. A questão é pertinente e remete-nos para uma percepção totalmente diferenciada e hipócrita sobre a nudez entre géneros, onde o corpo feminino continua a ser muito mais facilmente sexualizado, e consequentemente alvo de censura.

Nas mais comuns redes sociais, as regras relacionadas com a nudez são claras no que toca à proibição de imagens que envolvam a genitália e o traseiro. Mas quando falamos de mamas (chamemos as coisas pelos nomes), o consenso não é fácil: um homem em tronco nu é aceitável, mas imagens de mulheres a amamentar, por exemplo, são amiúde consideradas conteúdos inapropriados. O problema reside muitas vezes no mamilo, ou seja, se uma mulher aparecer numa imagem com o peito quase totalmente desnudo – de biquíni, um top curtinho e decotado, com um tapa mamilos, etc – a probabilidade de esta ser censurada existe, mas é menor. Mas se aparecer o mamilo, a imagem já passa a ser considerado um conteúdo sexual. Contudo, isso é algo que só acontece com os mamilos das mulheres. Faz sentido? Ou estamos realmente perante uma enorme incoerência?

A pensar nisto, nasceu a página “Genderless Nipples”, que promete desconcertar aqueles que teimam em ver o mamilo feminino como um conteúdo de cariz totalmente diferente do masculino. Em pouco mais de um mês, o perfil já é seguido por mais de 53 mil pessoas, que alinham diariamente no desafio de desmistificar tais ideias pré-concebidas, através de um exercício tão simples quanto este: olhar para close-ups de dezenas de mamilos e tentar acertar quais são de homens ou de mulheres. O mesmo desafio é lançado aos “censores” do Instagram, que volta não volta acabam por remover imagens de mamilos masculinos, considerando que estes não estão de acordo com as regras de conduta da rede social. Quão incoerente essa resposta é, quando numa pequena busca se encontram depois dezenas de imagens de homens em tronco nu?

Claro que por trás de tudo isto está a facilidade com que se associam os mamilos ao sexo, dado que representam uma zona erógena. Contudo, esta fonte de potencial prazer é válida para ambos os géneros, certo? Outra das coisas de que nos esquecemos recorrentemente, é que os mamilos não fazem parte dos nossos respetivos aparelhos genitais, por mais que sejam zonas erógenas para muitos de nós. No caso das mulheres, estes podem até cumprir um papel importante no aleitamento de um bebé, aquando da reprodução. Mas que eu saiba, não há qualquer cariz sexual nisto. Assim sendo, e mais uma vez, porque é que o mamilo feminino - e tantas vezes a mama, no geral – há de ser censurado e colocado na categoria de conteúdo sexual e inapropriado? Será que o problema não está simplesmente nas nossas cabeças e na forma como olhamos para esta parte do corpo, atribuindo-lhe carga erótica? E não sendo um órgão genital, o facto de ter um potencial erógeno elevado (quantas outras parte do corpo também o têm!) torna-o inapropriado porquê? E porque é que só é inapropriado no caso das mulheres?

Espreitar esta página é um passo interessante no caminho de desconstruir algumas destas questões. Aos seus criadores, o meu aplauso por conseguirem pôr tanta gente a pensar em algo que deveria ser simples de perceber. Mas que ainda não é.