Siga-nos

Perfil

Expresso

10 frases de um macho pró-legalização da violação

  • 333

Há pessoas doentes e este homem que tanto tem dado que falar nos últimos dias é certamente um desses casos. Assume-se como ativista da neo-masculinidade, ou seja, pelo poder do mundo masculino. Misógino e homofóbico, defende “a legalização das violações em espaço privados” (palavras reais e públicas do próprio) e alimenta um fórum intitulado The Return Of Kings onde junta uma comunidade a nível mundial que apoia a sua visão do mundo.

Norte-americano, escritor de vários livros sobre como “engatar gajas” e com uma capacidade de escrita digna de líder de seita religiosa, dedica-se basicamente a evangelizar homens e rapazes mundo fora para a reconquista da supremacia masculina, que tem sido tão afetada “pela mania da independência feminina”, graças, - obviamente – a mulheres cada vez mais promíscuas e narcisistas.

O discurso é de bradar aos céus (não estou a brincar, deixou-me mesmo mal disposta), sempre em tom paternal de quem vai ensinar tudo aos homens falhados deste mundo, com apologia à criação de tribos em várias cidades para que os homens que sofrem desta falta de poder se possam encontrar e partilhar experiências. E, claro, para que a mensagem possa continuar viva caso ele – mártir – venha “a ser limpo”. Tudo é feito em secretismo, com emails privados, listas de regras e códigos de conduta para pertencer à “tribo” e a citação de estudos de validade zero para justificar as suas palavras hediondas. Basicamente, uma lavagem cerebral básica, à antiga.

O que é certo é que tem resultado e amanhã (segundo o próprio, mas quero mesmo acreditar que era apenas manobra de marketing) era para haver encontros em 163 cidades de mais de 40 países com seguidores de Daryush Valizadeh - mais conhecido por Roosh V. Foram vários os países onde chegaram a ser feitas petições – bem sucedidas! - para proibir a sua entrada. E o ministro da Imigração australiano chegou mesmo a avisar publicamente: "Gente que defenda a violência contra mulheres não é bem vinda à Austrália".

“Por questões de segurança”, os encontros foram cancelados ontem pelo próprio e o fórum ficou em “estado de alerta”. Contudo, no seu site pessoal ainda se podem ler as verdadeiras barbaridades que escreve e defende com unhas e dentes. Entre elas o regresso do sistema patriarcal, a monitorização de vida sexual e a legalização das violações, algo que teoricamente iria proteger mais as mulheres. Esta manhã, garantia num texto que a culpa da deturpação da sua mensagem era das feministas: “Posso ser um chauvinista, mas não sou um violador”.

Aqui ficam 10 frases que retirei desse site para terem noção do grau de desequilíbrio deste homem. E dos seus fiéis seguidores, que alinham nestas ideias tal qual carneiros.

1 – “O valor de uma mulher depende significativamente da sua fertilidade e beleza”

2 – “Ao tentarmos ensinar os homens a não violar, o que acabámos por fazer foi ensinar as mulheres a não quererem saber se são violadas ou não, a não se protegerem de atos previsíveis e a não assumirem a responsabilidade pelos seus atos. Sem um ‘Governo paizinho’ que as proteja, uma rapariga não iria entrar num quarto privado com um homem que não conhece ou confia, a não ser que tivesse a certeza absoluta de que quer ter sexo com ele. O consentimento passa a ser dado no momento em que passa essa porta”

3 – “Agora que o propósito emocional e familiar das interações homem-mulher está a ser eliminado, graças à demanda feminina pela independência, o homem moderna deveria focar-se em extrair o máximo de sexo possível de cada mulher até que o poço seque. As mulheres modernas estão demasiado instáveis, duvidosas e narcisistas para conseguirem dar aos homens algo digno de confiança para lá da fornicação”

4 – “Uma mulher precisa de um homem tanto quanto um gato precisa de uma tijela de leite. O mundo masculino é mais credível e confiável do que o feminino, uma vez que as mulheres são naturalmente mais dadas a inventar histórias e a fazer racionalizações baseadas nas emoções”

5 – “A atividade sexual das mulheres deveria ser ainda mais monitorizada do que a dos homens. Estudos constantes revelam que um casamento tem mais possibilidades de falhar dependendo do número de parceiros sexuais que a mulher – e não o homem – teve antes de casar”

6 - “Embora o casamento tradicional seja o melhor caminho para uma sociedade estável, está a tornar-se extremamente difícil para um homem encontrar uma mulher com uma história sexual aceitável e valores de jeito”

7 – “A ingestão da pílula contraceptiva, que não é mais do que um caminho sem obstáculos para a promiscuidade, prejudica a sua capacidade de engravidar e prejudica o seu potencial reprodutivo”

8 – (sobre o fim do sistema patriarcal) “Isto tem o efeito de tornar as mulheres menos capazes de cumprirem os seus deveres relativos à maternidade e torna os homens mais pobres economicamente”

9 - “Com as mulheres autorizadas a estarem em todo o lado, os homens não são mais capazes de alimentar o seu lado masculino, têm de sacrificar a força de suas amizades e limitar a exposição da sua identidade natural, a fim de apaziguar as fêmeas que agora estão agora sempre presentes, a exigir a atenção do sexo masculino seja a que custo for”

10 - “Se as leis relativas às violações estreitarem para o lado dos homens, mais mulheres vão usar falsas denúncias como forma de atacarem os homens, aliviarem sentimentos de culpa sexual, atraírem as atenções de machos com maior estatuto e escaparem-se de serem apanhadas a trair. Se as leis da violência doméstica estreitarem, as mulheres vão usar isso como arma para controlar os maridos”

Espero sinceramente que haja neste momento em curso uma investigação sobre esta personagem, nem que seja pelo nítido discurso de ódio. Punível por lei.