Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Vida na Terra

Quanto se gasta em comida numa semana

  • 333

O livro "Planeta com Fome - O que o Mundo Come" compara 600 refeições na vida de 30 famílias, oriundas de 24 países. (Ver fotos das diferentes famílias no fim do texto)

Alexandre Coutinho (www.expresso.pt)

É por demais sabido que vivemos num Mundo de significativas disparidades sociais, no que toca ao poder de compra, disponibilidade de alimentos e qualidade de vida. Nos países do Hemisfério Norte (Estados Unidos, Canadá, União Europeia e Japão) e na Austrália e Nova Zelândia, são pouco os que têm consciência do privilégio de ter água potável nas torneiras, electricidade para iluminação (e ligar frigoríficos, televisões, computadores e toda a restante panóplia de electrodomésticos), habitações condignas (até com elevador) e estradas asfaltadas para circular de viatura particular em toda a segurança (assistência médica e hospitalar incluídas). 

Na outra metade do Mundo (África, América Latina, Ásia e Oceânia), a grande maioria da população não tem acesso a todas estas comodidades (e alguns luxos), a começar pela água, saneamento básico e alimentação. Enquanto uns até comem mais do dobro do que um homem necessita para se manter saudável, outros não chegam sequer a um nível aceitável de subsistência e, em boa verdade, morrem de fome. Uma refeição principal (almoço ou jantar) no Ocidente seria perfeitamente suficiente para um dia inteiro nos países do Hemisfério Sul. 

No livro intitulado "Hungry Planet - What the World Eats" ("Planeta com Fome - O que o Mundo Come"), Peter Menzel and Faith D'Aluisio, dão um extraordinário exemplo comparativo de 600 refeições, na vida de 30 famílias, de 24 países. O perfil de cada família inclui uma descrição detalhada das suas compras alimentares e fotografias tiradas em casa, nos mercados e nas respectivas comunidades. 

Distinguido como "Melhor Livro do Ano", em 2006, pela Fundação James Beard, este livro testemunha igualmente as mudanças das dietas alimentares em consequência de fenómenos como a globalização, o turismo de massas e a expansão das multinacionais da agro-indústria, que enchem as prateleiras dos supermercados de comidas enlatadas e congeladas e as ruas com restaurantes das cadeias de fast food e take-away

Nas fotos reproduzidas abaixo, reparem bem na dimensão da família, na dieta alimentar de cada país, no tipo de alimentos colocados em cima da mesa (ou no chão) e no orçamento semanal  

1 - Alemanha: Família Melander de Bargteheide. Despesa com alimentação em 1 semana: 375.39 Euros / $500.07 dólares

2 - Estados Unidos da América: Família Revis da Carolina do Norte Despesa com alimentação em 1 semana: $341.98 dolares

3 - Itália: Família Manzo da Secília Despesa com alimentação em 1 semana: 214.36 Euros /  $260.11 dolares 

4 - México: Família Casales de Cuernavaca Despesa com alimentação em 1 semana: 1,862.78 Pesos / $189.09 dólares 

5 - Polónia: Família Sobczynscy de Konstancin-Jeziorna Despesa com alimentação em 1 semana: 582.48 Zlotys / $151.27 dólares

6 - Egípto: Família Ahmed  do Cairo Despesa com alimentação em 1 semana: 387.85 Egyptian Pounds / $68.53 dólares

7 - Equador: Família Ayme de Tingo Despesa com alimentação em 1 semana: $31.55 dólares 

8 - Butão: Família Namgay da vila de Shingkhey Despesa com alimentação em 1 semana: 224.93 ngultrum / $5.03 dólares

9 - Chade: Família Aboubakar do campo de refugiados de Breidjing Despesa com alimentação por semana: 685 Francos / $1.23 dólares