Siga-nos

Perfil

Expresso

As aventuras de uma empreendedora

Empreendedores de rua...

Durante as nossas férias paramos para admirar os artistas de rua, ao contrário dos dias de trabalho em que passamos por eles apressados e sem olhar. Nas férias temos tempo, paramos, admiramos e retribuímos com o que se pode.

Ana Campos (www.expresso.pt)

Os artistas de rua são muitas vezes descriminados e desvalorizados e, raramente paramos para pensar que são também empreendedores e empresários deles próprios.

Além disso, prestam um serviço gratuitamente a quem passa, expõe-se publicamente, divertem e agradam as pessoas sempre com um sorriso na cara.



Podem-se encontrar vários artistas de rua do Norte ao Sul de Portugal, quase sempre à noite no verão e durante o dia no Inverno, à nossa espera, à espera de ganharem dinheiro dignamente com o seu trabalho. Podem se retratistas, pintores de caricaturas, personagens de filmes, mimos, atores, músicos e cantores, estátuas humanas, podem fazer tatuagens em henna, teatro, artesanato e esculturas de areia...

Uma discreta exposição de verdadeiros artistas e obras disponíveis a quem passa, sem barreiras, misturados entre os edifícios, pessoas, bares e restaurantes, sons, odores e luzes sobre um magnífico tapete de calçada Portuguesa. Podem ter feito um investimento inferior a 50 euros na sua empresa mas, não há dúvida que são pessoas empreendedoras