Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

O Vento nas Velas

Kasutera, o pão-de-ló Japonês

  • 333

Castella ou Kasutera

A receita foi levada pelos mercadores Portugueses para o Japão há mais de 500 anos. Aperfeiçoada e apurada, tornou-se numa das mais típicas sobremesas japonesas, o Castella ou Kasutera.

Margarida Paes

Os portugueses que chegaram ao Japão no século XVI levaram a receita do tradicional pão-de-ló, ou pão de Castela. Os japoneses que o provaram e apreciaram na altura refinaram a receita ao longo de mais de cinco séculos e o resultado é o castella ou kasutera, uma sobremesa típica do Japão e a especialidade de Nagasaki.

O pouplar bolo, muito apreciado em festividades e como comida de rua, é feito à base de açucar, farinha, ovos e xarope de milho. A sua base é igual à do pão-de-ló, mas o sabor do Kasutera foi sendo adaptado ao palato japonês e é confeccionado com vários sabores como chá verde, chocolate ou côco.

A sua textura é esponjosa e de cor amarelada no centro, como o português pão-de-ló, mas o Kasutera é vendido em apuradas e bonitas caixas e pré-cortado para ser mais fácil de servir e comer. O pão-de-ló que hoje se continua a vender em Portugal tem um aspecto mais rude e é vendido embrulhado em papel vegetal.

Curiosamente, uma das cerca de 400 palavras de origem portuguesa que ainda hoje se pronunciam no Japão é pan, que significa pão.





Coordenação



Cristina Castel-Branco e João Paulo Oliveira e Costa



Assistência Tecnica



Inês Pinto Coelho e Margarida Paes



Colaboradores



Alexandra Curvelo, Ana Fernandes Pinto, Leonilde Alfarrobinha, Pedro Canavarro