Siga-nos

Perfil

Expresso

A charneira pode ser lugar de sacrifício

  • 333

Impasse, dizem. Impasse? Pouco importa o canal, a palavra solta-se e repete-se sem pedir licença. Impasse na constituição do novo governo. Socorro-me do Houaiss para ver se me escapa alguma coisa. Situação aparentemente sem solução favorável, dificuldade insolúvel, beco sem saída... O substantivo parece estar a tornar-se adjetivo.

Num primeiro olhar, o impasse será fruto da demora. Mas a demora tem pouco, ou nada, de impasse. Os timings para audição dos partidos e a indigitação de um primeiro-ministro seguem como é hábito. São longos, são. Toda a gente o sabe há muitos anos, muitos protestam, mas ninguém os muda. Por aqui, não há impasse. Só mesmo lentidão regimental. A tão criticada Grécia faz eleições e constitui governos em menos de metade do tempo...

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI