Siga-nos

Perfil

Expresso

E depois do debate

No final, bastou olhar para os fácies dos contendores para se perceber quem se tinha saído melhor. Estando no poder, Passos Coelho tem feito campanha em ambiente protegido. Expõe-se pouco, poucas entrevistas, poucos debates, muito defensivo. Na oposição, António Costa precisa conquistar terreno, aparecer, debater. A campanha não tem ajudado, as sondagens também não. Recaiam sobre ele as maiores responsabilidades no debate televisivo, oportunidade única de chegar a mais de três milhões de espetadores de uma só vez. Passos precisaria de não perder.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI