Siga-nos

Perfil

Expresso

Cinco observações e um palpite

  • 333

De repente, o PS acelerou o tempo político. Quando parecia que António Costa não tinha nada para dizer e que só diria ao que vinha mais perto das eleições, eis que nos coloca em cima da mesa propostas e mais propostas. Primeiro foram os economistas destacados para traçar a política económica, agora está aí o primeiro esboço de programa eleitoral a mais de quatro meses das eleições. Não é habitual, mas pode ser útil. O costume era só haver programa mais tarde e não ser dada grande importância ao programa. A esta distância corre-se o (bom) risco de darmos importância aos programas. 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI