Siga-nos

Perfil

Expresso

Sujinho sujinho, limpinho limpinho

  • 333

Ontem nasceu um novo Novo Banco. Ofereceu a si próprio um perdão de dívida de dois mil milhões de euros, em janeiro oferece-se para venda. A moral fica suja, o balanço fica limpo. Quem quer casa com a carochinha?

Entre o risco sistémico e o risco moral, desta vez pagou o risco moral. O “perdão de dívida” foi dado unilateralmente - pelo lado que dele beneficia. Os investidores que tinham investido num conjunto de dois mil milhões de obrigações séniores perderam todo o dinheiro, ou quase todo, ficaram com o direito de usar o Direito: de processar judicialmente. Assim será. Basta ver a lista dos 30 maiores credores que agora perderam o dinheiro, que o Expresso Diário hoje revela. São nomes poderosos dos mercados. Grandes investidores institucionais a quem normalmente ligamos quando precisamos de dinheiro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI