Siga-nos

Perfil

Expresso

O governo dos quinzinhos

  • 333

Quinze diazinhos. É o tempo que dura desde o anúncio do novo governo até à sua presumível queda. Um governo sem idiotas úteis, mas com inteligentes inúteis. Têm duas semanas para mostrarem o que não valem. A formalidade democrática justifica-se, pois assim será o Parlamento, e não o Presidente, a ejetar quem sabe que não chegará a ser injetado.

Mas o rídiculo de haver ministros de pau no lugar de governantes de osso é a mostra definitiva da bizarria em que estamos. São ministros precários, que não são espantalhos porque nada espantam, mas podem passar os dias a colher mel de abelha para levar para casa. A tomada de posse na próxima sexta feira será um cerimónia de baptismo fúnebre.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI