Siga-nos

Perfil

Expresso

António gosta

  • 333

Gosta de poder. Gosta de negociar. Gosta de sobreviver. António Costa quer consumar o inexplicável e conseguir o impossível. Chegar a Belém e dizer a Cavaco: “Tome, este é o meu governo”. Um governo inevitavelmente instável liderado por um primeiro-ministro humilhantemente derrotado nas urnas. António gosta de acreditar. Gosta de delirar. Gosta de ter o que não lhe deram.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI