Siga-nos

Perfil

Expresso

Keynesiano, graças a Deus

As marcas portuguesas que se salvaram

Nicolau Santos

Nicolau Santos

Diretor-Adjunto

Este foi o ano em que uma histórica marca portuguesa, com mais de século e meio de história, desapareceu (BES) mas em que outras passaram a ser detidas por capitais estrangeiros, maioritariamente chineses. Saudemos, por isso, as dez marcas que continuam a ser integralmente portuguesas.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI