Siga-nos

Perfil

Expresso

Trump, um homem de ganhos rápidos e vistas curtas

Donald Trump decidiu retirar os Estados Unidos do Acordo do Clima, que foi assinado em 2015 em Paris por 195 países. Para já, o resultado foi que até empresários que o apoiavam se afastaram dele. E a China, a China, senhores (!), depois de já ter aparecido como defensora da globalização contra as teses isolacionistas do presidente norte-americano, aproveita de novo esta oportunidade para se assumir como líder mundial contra as alterações climáticas.

Se Trump queria tornar a América maior sob a sua presidência, o que está a fazer é precisamente torná-la mais fraca e menos reconhecida como líder a nível mundial.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)