Siga-nos

Perfil

Expresso

Os taxistas e um mundo em mudança

  • 333

Como previsto, os taxistas manifestaram-se esta manhã, sem a adesão esperada, mas de forma suficiente para bloquearem uma das vias de acesso ao aeroporto de Lisboa (a de saída) e cortarem a entrada na segunda circular pela rotunda do Relógio. Como previsto houve alguns desacatos com a polícia, um carro da Uber amolgado e com um vidro partido, e um diálogo inconclusivo com o Ministério do Ambiente, estando previsto que se mantenha o cerco ao aeroporto até serem satisfeitas as reivindicações.

E que querem os taxistas? Que seja definido um contingente dos carros da Uber e Cabify que possam circular. Que suba a bandeirada no Verão, Natal e Ano Novo. Estão contra as escassas horas de formação dos motoristas das duas plataformas tecnológicas (30 horas) contra as 125 a que são obrigados. E já conseguiram que mil táxis possam ser descaracterizados para poderem trabalhar igualmente para a Uber e a Cabify. Que reivindicação é esta? Visa o quê? Tomar por dentro as plataformas tecnológicas e dar cabo delas? Isto faz algum sentido?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)