Siga-nos

Perfil

Expresso

Um banco mau por 20 mil milhões?! Não, obrigado!

  • 333

O sistema financeiro português está a passar uma fase dificílima. A devastação económica resultante do período de ajustamento, que conduziu a milhares de falências, ao colapso de vários sectores, com a construção à cabeça, ao desemprego e à emigração, refletem-se agora violentamente nos bancos nacionais, cujos balanços refletem realidades que estão longe de ser os valores do mercado.

Perante isso, o primeiro-ministro fala em “encontrar um veículo de resolução para o crédito malparado, de forma a libertar o sistema financeiro de um ónus que dificulta uma participação mais ativa no financiamento às empresas”. Ou seja, tirar dos bancos os ativos tóxicos e colocá-los naquilo que usualmente se costuma designar por “banco mau”. A pergunta é: e quem paga?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso)