Siga-nos

Perfil

Expresso

O murro na mesa de Isabel dos Santos

  • 333

Isabel dos Santos já vergou uma administração da PT, quando esta era liderada por Henrique Granadeiro e Zeinal Bava. Agora, a empresária angolana está a ponto de vergar o mais combativo banqueiro português, Fernando Ulrich, e o banqueiro não executivo mais influente do país, Artur Santos Silva. É obra. E mostra onde está a força.

A primeira milionária africana bem pode agradecer ao Banco Central Europeu o facto de estar agora em condições de dar xeque-mate à administração liderada do BPI. Com efeito, o BCE, ao impor que os ativos e o risco associado a esses ativos em Angola terem de passar a ser refletidos a 100% no balanço do banco (e recorde-se que no ano passado, 80% dos resultados do BPI vieram daquele mercado), obrigou Ulrich e os seus pares a terem de encontrar uma solução. E o coelho tirado da cartola foi a criação de uma entidade, detendo todas as participações financeiras do BPI em África, entidade essa que não terá de estar sujeita às mesmas regras impostas pelo BCE para o Banco de Fomento de Angola.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI