Siga-nos

Perfil

Expresso

A Europa desalinhada

Politicamente correcto mata tolerência

Há cada vez mais neerlandeses a votar na extrema-direita

Clique para saber tudo o que se passa na Europa

Para o semanário romeno Dilema veche, o Estado é responsável por esta viragem. Defendendo o "politicamente correcto" a todo o custo, ameaça a liberdade de expressão, cara ao país, e promoveu o advento de Geert Wilders.

Nas eleições regionais de Março, o Partido para a Liberdade, dirigido por Geert Wilders, deu fortes dores de cabeça à situação política neerlandesa [tendo sido o mais votado na cidade de Almere e o segundo na Haia], um ano depois das votações para o Parlamento Europeu. A perspectida de um Wilders com forte projecção política torna-se, pois, possível - há quem não exclua mesmo a possibilidade de se tornar primeiro-ministro, na sequência das eleições gerais de Junho próximo.