Siga-nos

Perfil

Expresso

A Europa desalinhada

O pesadelo da Europa

Estatísticas piores do que o esperado e a reacção das agências de notação fazem da Grécia uma ameaça para a economia de todo o continente.

Pedro Cordeiro

Pedro Cordeiro

Editor da Secção Internacional

Clique para saber tudo o que se passa na Europa

"A situação catastrófica da Grécia torna-se um pesadelo para a Europa", lemos na manchete de Les Échos. A 22 de Abril, duas más notícias vieram lançar um "balde de água fria sobre as esperanças de uma recuperação rápida das finanças do país". A primeira foi o anúncio, feito pelo Eurostat, de que o défice público grego de 2009 se situara perto dos 14% do PIB, em vez dos 12,7% anteriormente estimados. Depois, foi a vez de a agência de notação de risco Moody's rever em baixa a classificação do país.

Resultado: com os mercados de novo em pânico, as taxas das obrigações gregas dispararam e o euro ficou abaixo do patamar de 1,33 dólares. "Não é apenas a Grécia que corre o risco de se afundar nas águas do rio Estige. É a Europa inteira", comenta Les Échos.  Entretanto, cansados dos ataques que a imprensa alemã lança contra eles, os gregos parecem estar a boicotar os produtos alemães, informa o Frankfurter Allgemeine Zeitung. Segundo este jornal, o total das exportações alemãs para a Grécia baixou 19,4% em 2009.