Siga-nos

Perfil

Expresso

A Europa desalinhada

O gémeo Kaczynski candidata-se à presidência

Jarosaw Kaczynski, irmão do falecido presidente e líder do Partido do Direito e da Justiça Polaco (PiS), na oposição, anunciou a sua candidatura à presidência

Clique para saber tudo o que se passa na Europa

Dissiparam-se as últimas dúvidas que envolviam as eleições presidenciais polacas de 20 de Junho. Jarosaw Kaczynski, líder do Partido do Direito e da Justiça Polaco (PiS), na oposição, anunciou a sua candidatura. Num comunicado de imprensa especial, emitido a 26 de Abril, diz ser seu desejo cumprir a "missão" de seu irmão Lech e da "elite patriota polaca", vítimas do acidente de aviação de 10 de Abril, perto de Smolensk. As sondagens revelam que, com um apoio a rondar os 27%, Kaczynski é o único candidato capaz de fazer frente a Bronislaw Komorowski, candidato presidencial do Plataforma Cívica (PO, maioritário), que arrecada cerca de metade das intenções de voto (47%). "Começou uma guerra de nervos e a expectativa de quem irá dar o primeiro passo", anuncia o Polska. A "Gazeta Wyborcza", por seu turno, denuncia uma campanha de desunião que irá dividir os polacos em "justos" e "injustos". "Não deixeis que a disputa exceda as diferenças de opinião e exclua alguém da comunidade nacional", escreve o diário liberal.