Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

A Europa desalinhada

O dinheiro sujo herdado de Jörg Haider

  • 333

www.expresso.pt

Clique para saber tudo o que se passa na Europa

"Trajes novos na Caríntia", titula a revista vienense Falter, fazendo alusão ao escândalo que põe em causa boa parte da classe política desta região da ponta sul da Áustria [cujos representantes surgem, na capa, envergando os fatos listados típicos das prisões]. Antiga terra de eleição do populista de direita, Jörg Haider, revela agora que o líder político falecido em 2008, e que os herdeiros políticos nunca esqueceram, tinha criado um judicioso sistema de enriquecimento do seu partido - o FPÖ - e também do seu parceiro de coligação, o conservador ÖVP.

A semana passada, o antigo conselheiro fiscal do ÖVP, Dietrich Birnbacher, admitiu em tribunal ter faturado à Caríntia 12 milhões de euros em 2007 por uma peritagem de oito páginas. Nesta, recomendava-se a escandalosa venda do Hypo Group Alpe Adria ao banco federal bávaro. O montante, depois de reduzido a metade no seguimento dos protestos da sociedade civil, seria repartido entre ele, o FPÖ e o ÖVP.

Apanhado de surpresa, o presidente regional do ÖVP, Josef Martinz, demitiu-se imediatamente, na sala de audiências. Outras figuras locais arriscam penas de 1 a 10 anos de prisão. Este caso afeta o país inteiro, já de si "rico em casos", adianta a revista.

"O processo Birnbacher poderia levar à queda dos diques. A polícia estima que um processo poderia apresentar outras testemunhas para o apuramento da verdade [num caso bem mais importante] sobre o antigo ministro das Finanças Karl-Heinz Grasser [FPÖ]". Acusado de favoritismo e abuso de poder, Grasser escapa há anos a um processo.

Mais noticiário europeu em Presseurop.eu