Siga-nos

Perfil

Expresso

Do outro mundo

Funcionária pública magoa-se ao ter sexo. Será indemnizada por acidente de trabalho

Luis M. Faria

Uma técnica superiora da função pública faz uma viagem de trabalho. A certa altura, envolve-se com um homem. Quando estão numa cama de hotel a ter sexo, cai da parede uma lâmpada que fere a mulher na cara, provocando-lhe, além das lesões físicas, profundas sequelas emocionais. Evidentemente, é um acidente de trabalho, merecedor de todas as formas de reparação previstas na lei. Pelo menos assim acaba de entender um tribunal superior na Austrália ao confirmar uma sentença anterior. Segundo os juizes, tudo o que de mau acontece durante uma viagem de trabalho é acidente profissional, logo encontra-se coberto pelo seguro dos funcionários públicos. A mulher continua com uma depressão e ainda não voltou ao trabalho, mas vai ser compensada. O seu nome é que não foi divulgado, por motivos de privacidade.