Siga-nos

Perfil

Expresso

Chamem-me o que quiserem

Tortura, Guantánamo e declínio dos valores

Uma sondagem realizada nos Estados Unidos, a propósito dos métodos de tortura da CIA agora condenados pelo Senado, mostra algo difícil de acreditar: apenas um em cada quatro inquiridos dizem que a tortura nunca é justificada. Os restantes 75% dividem-se entre pensar que é sempre justificada (19%); por vezes justificada (28%) e raramente justificada (16%). Mesmo se juntarmos este último grupo aos opositores da tortura, eles são menos do que a soma dos outros dois grupos mais favoráveis à obtenção de confissões por métodos violentos

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Redator Principal

O caso não é simples e não creio que os resultados na Europa, ou em Portugal, fossem substancialmente diferentes. Perante pergunta - justifica-se a tortura de suspeitos de terrorismo que possam saber pormenores sobre futuros ataques? - a resposta tem de basear-se numa moral sólida e nunca numa lógica de eficácia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI