Siga-nos

Perfil

Expresso

Chamem-me o que quiserem

O passado foi ótimo, o futuro vai ser bom, o pior é o presente

Há o passado grandioso dos Descobrimentos, ou até o passado longínquo do paraíso perdido ou do bom selvagem. E há o futuro radioso dos amanhãs que cantam, dos coros celestiais. O diabo está no presente. Mas será esta a verdade da História? Ou a visão comungada por religiões e ideologias é um mito total?

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Redator Principal

Do cristianismo ao comunismo, a nossa civilização - ao contrário das orientais, que entenderam o tempo como circular - visionou a História como evolutiva. O paraíso perdido é tanto uma parábola cristã como a crença marxista no comunismo primitivo. Como o reino final onde o cordeiro e o leão serão amigos não é assim tão diferente da felicidade do comunismo, sem classes, sem guerras, sem desigualdades. O problema é que nada nos diz que isto tenha sido, ou vá ser, assim.

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI