Siga-nos

Perfil

Expresso

Chamem-me o que quiserem

O otimismo do PS e o seu corte com a esquerda

  • 333

O cenário macroeconómico do PS tem o mérito de ser um estudo sério e conter ideias verdadeiramente importantes e até urgentes. Mas contém um risco que já vivemos no último Governo socialista, que aliás teve dois bons ministros das Finanças, Luís Campos e Cunha e Teixeira dos Santos. O risco pode resumir-se assim: conseguirá o PS manter o caminho traçado se a realidade contrariar as suas previsões?

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Redator Principal

Os primeiros anos do último Governo PS foram, no geral, positivos. Mas quando a dívida pública começou a atrapalhar os planos, o rigor foi às malvas e houve uma espécie de furor que acabou no célebre braço de ferro entre o primeiro-ministro e o ministro das Finanças.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI