Siga-nos

Perfil

Expresso

Chamem-me o que quiserem

Lições da Madeira

  • 333

É tão errado querer retirar conclusões nacionais das eleições regionais da Madeira como não querer retirar delas qualquer ilação. O PSD pretendeu, de certo modo, a primeira das vias; o PS recusou a segunda delas. Mas, sinceramente, em mim bate uma pergunta: se o PS tivesse este resultado com Seguro em secretário-geral o que se andaria por aí a dizer?

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Redator Principal

O resultado do PSD é notável, apesar dos votos perdidos. Aliás parte da imprensa destaca mais na primeira página as perdas do PSD que o desastre total do PS ou a súbita aparição de um partido (JPP) que quase ninguém conhece no Continente. O 'Público' titula "PSD conquistou maioria absoluta na Madeira mas perdeu quase 15 mil votos"; no "Jornal de Notícias" (numa pequena referência) escreve-se "PSD com maioria mas pior resultado de sempre". É claro que o facto de o PSD estar há 40 anos no poder, de estar a gerir uma crise igual ou superior à de Lisboa, de Jardim ter saído e entrado outro líder e de as eleições terem decorrido sem o clima intimidatório que por vezes tiveram, são fatores que não entraram nestas contas.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI