Siga-nos

Perfil

Expresso

Chamem-me o que quiserem

Feliz Ano Novo cheio de irrealidades

Ensinaram-me que a diferença entre um otimista e um pessimista está nisto: um pessimista é aquele que diz que tudo está tão mau que não pode estar pior. O otimista é aquele que diz que pode. Nesse sentido, sou um otimista: eu acho que isto poderia e pode estar pior do que está

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Redator Principal

No entanto, os media estão cheios de pessimistas. Há miséria, fome e crianças a desfalecer e, embora tudo isso seja verdade, escrevem-no com a santa imbecilidade de quem nunca viu miséria, fome e crianças a desfalecer. Por exemplo, num campo de refugiados em África ou na Ásia. Na nossa miséria portuguesa, estamos na classificação "muito alto" do Índice de Desenvolvimento Humano revisto pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) em julho de 2014. Há seis meses.

PARA LER O ARTIGO NA ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI