Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde andam a esquerda e a direita?

A vitória de Macron em França trouxe consigo uma questão que há muito andava no ar. O novo chefe do Estado francês é de esquerda para a direita; e de direita para a esquerda. Significa isto que ele é do centro? Talvez. Mas eu arriscaria a ir por outro caminho, que ele aliás trilhou: as velhas classificações deixaram de ser operativas nas novas situações

Vejamos o caso: um europeísta convicto é de esquerda, para quem for muito à direita; e é de direita, para quem for muito à esquerda. Mas não tem necessariamente de ser do centro; muitos votos no Brexit foram provenientes de pessoas não extremistas. Ao mesmo tempo, se for europeísta, adepto do Euro, do mercado livre e defender uma mais justa redistribuição dos rendimentos, é o quê? Neoliberal, como alguns querem fazer crer? Socialista?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)