Siga-nos

Perfil

Expresso

Cavaco e Sócrates: o verdadeiro erro de perceção mútuo

Parece ser certo que cada um mede os outros por si próprio. Os vigaristas acham que todos são, mais ou menos, vigaristas; assim como os mentirosos pensam que todos mentem. O mesmo se passa com as boas pessoas, que se imaginam rodeadas de gente incapaz do mal. Não é de estranhar, pois, que Cavaco tivesse começado por ver Sócrates à sua medida e Sócrates tenha visto Cavaco à sua. É o verdadeiro erro de perceção mútuo, postulado cujo contributo se deve à aflição de Centeno

Cavaco e Sócrates são radicalmente diferentes, exceto num ponto: o ego. Ambos o têm bem desenvolvido, ainda que o do ex-Presidente seja tímido ou retraído e o do ex-primeiro-ministro provocador e expansivo. Há ainda outro ponto em que ambos se podem encontrar: são os dois capazes de ver mosquitos e confundi-los com OVNIs, pois tanto um como outro são bastante dados às teorias de conspiração.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)