Siga-nos

Perfil

Expresso

Um Presidente assassino! Que faz o mundo?

Até hoje todos nós ouvimos chamar assassino a diversos chefes do Estado. Mas nenhum, que eu saiba, assumiu ter morto alguém, Até hoje. Porque aquela figura de opereta trágica de nome Rodrigo Duterte, Presidente das Filipinas, orgulhou-se, perante uma multidão de ter pessoalmente matado diversos suspeitos de crime (sublinho a palavra suspeitos) quando era presidente da Câmara de Davao, uma cidade de um milhão e meio de habitantes na ilha de Mindanao

Estas são as suas palavras: “Em Davao fi-lo pessoalmente. Apenas para mostrar aos tipos (polícia), que se eu podia fazer por que não o faziam eles? Deambulava por Davao numa moto, uma grande moto, a patrulhar as ruas e procurando conflitos” (esta foi a parte afirmada em inglês. Em idioma local, Tagalog, acrescentou: “Andava mesmo à procura de um encontro de forma a matá-los”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)