Siga-nos

Perfil

Expresso

Distensão política: uma questão de mera lógica

Vivemos mais distendidos. É uma verdade inquestionável, todos o sentimos independentemente de gostarmos, sermos indiferentes ou detestarmos este Governo. Costa conseguiu o feito de, herdando um país muito crispado, ter agora um clima político com ar de normalidade, um ar respirável, muito diferente daquilo que era. Reconhecem-no a esquerda, o Presidente da República e comentadores como Marques Mendes. Só Passos parece, ainda, crispado, E mesmo esse não deverá ficar muito tempo nessa atitude, sob pena de se isolar

Sendo esta constatação simples, resta-nos verificar como se fez esta transição tão rápida de um país que passou a vida a insultar o Governo – não apenas o último, que tendo uma intervenção da troika reunia vários atributos que o tornavam alvo fácil - mas de um modo geral todos os governos. Há parte que tem a ver com o estilo e maneira de ser deste primeiro-ministro; há parte que se deve à atitude deste Presidente da República; há parte que se fica a dever ao facto de terem sido repostos salários da função pública e de os pensionistas terem um pouco mais dinheiro (ou um pouco menos miséria, consoante o ponto de vista) – mas tudo isto não deve constituir mais de 20 ou 30% da resposta. O resto, tudo o resto, está na atitude do PCP e do Bloco.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)