Siga-nos

Perfil

Expresso

No tempo em que a Europa queria a Turquia…

Houve um tempo, não tão longínquo, três ou quatro anos, em que na Europa se discutia, perante a indiferença de muitos e a indignação de alguns (onde me incluo), a adesão da Turquia à Europa. Talvez não passasse de uma armadilha de Bruxelas a Ancara, para os empatar, sem que nunca houvesse qualquer intenção de os admitir, o que torna as coisas mais graves ainda. Hoje a Turquia é um regime que persegue os adversários políticos e que propõe leis bárbaras, como aquela que isenta os violadores de menores de qualquer crime, caso casem com a vítima. Mas ainda há esperança: esta lei foi retirada para estudo devido a uma enorme pressão popular

A Turquia, foi conjuntamente com a Rússia, e ao longo de séculos, uma das potências contra as quais a Europa se afirmou. A Rússia teve o seu momento de tentativa de europeização com a passagem da capital para São Petersburgo, com Pedro o Grande, e sobretudo durante as invasões napoleónicas. A Turquia fez essa aproximação com os chamados ‘jovens turcos’ de Kemal Ataturk, após o fim da I Grande Guerra, quando decidiram laicizar o país.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)