Siga-nos

Perfil

Expresso

Eu não corto, eu cativo

  • 333

E eis que sabemos o célebre plano B que não existia, porque bastava cumprir o plano A. E qual era o plano A? Não haver cortes e cumprir-se o Orçamento. Foi o que se fez, não há dúvida, porque o plano A já continha o B e o C. Não há nada que um conjunto de palavras bem alinhadas não possa fazer de nós felizes

Vexa não quer ver degradações nos transportes públicos, nas escolas, nos hospitais? Como é óbvio, não quer! Ninguém gosta de tais tragédias. Por isso mesmo, o nosso Governo não fez nem fará um corte que seja nessas e noutras frentes. Pelo contrário, não só não corta como devolveu o que foi cortado aos eleitores, perdão, aos funcionários afetados. O Orçamento vai andando e chega-se a determinada altura do ano em que se vê que a verba não chega para os compromissos. Ora essa! Está tudo previsto: cativa-se!

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)