Siga-nos

Perfil

Expresso

Por que razão Hillary tem de vencer Trump

  • 333

É suposto Hillary Clinton voltar hoje à campanha, depois da interrupção causada pela pneumonia que a fez desmaiar durante a evocação dos atentados de 11 de Setembro. O facto de a candidata à Casa Branca ter ocultado aspetos do seu estado de saúde não abona a favor dela, sobretudo num país como os EUA. Além disto, muitas coisas, a começar em posições pessoais e a terminar nas políticas, não abonam a seu favor. E, no entanto, é crucial para toda a gente sensata que ela vença o seu rival

Como chegou o mundo a uma situação destas? De um lado, uma espécie de (má) sucessora dinástica de um Presidente que, embora semeando simpatia, cometeu asneiras dignas de registo, algumas das quais estão na origem da crise de 2008. Uma mulher que foi publicamente enganada por um homem que era Presidente e mentiu descaradamente e que, ainda assim, hoje faz de conta que nada se passou e aproveita o legado do marido. Do outro lado, um perigo violento contra a paz e contra liberdade de circulação de bens e pessoas. Um fanático desbocado. Se isto não é uma tragédia, não há tragédias…

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Hillary Clinton está “saudável e em boa forma”

    Campanha da democrata diz que a candidata presidencial, de 68 anos, deverá voltar à carga já esta quinta-feira, após ter passado os últimos dias a recuperar de uma pneumonia moderada diagnosticada na passada sexta-feira. Ficha médica atualizada foi divulgada para antecipar um programa de televisão no qual Donald Trump, de 70 anos, irá revelar esta noite a sua situação clínica

  • Hoje, pouco antes do meio-dia em Lisboa, a insuspeita CNN dava conta de uma grande sondagem, realizada entre os norte-americanos que costumam votar, em que o resultado era assustador. Trump ganhava por dois pontos a Hillary Clinton

  • Colin Powell escreveu que Trump é uma “desgraça nacional”

    As criticas não eram para ser tornadas públicas, só que foram feitas num dos emails do antigo secretário de Estado Republicano que foram hackeados e expostos na net. Para além do modo prejurativo como descreveu o candidato do seu partido às presidenciais, noutra mensagem Colin Powell lança também criticas à sua rival, Hillary Clinton