Siga-nos

Perfil

Expresso

Pacto numa hora destas?

  • 333

Marcelo é excelente a desenterrar velhas ideias como se fossem novidades. Não digo isto com ironia, mas como elogio. O pacto da Justiça, que propôs na sessão solene da abertura do ano judicial, foi um desses seus momentos brilhantes; não recordou, nem sequer mencionou quaisquer falhanços no passado, e foram vários. Também não referiu quaisquer dificuldades futuras. Falou simplesmente como se um pacto na Justiça fosse algo imparável, imprescindível, indiscutível

Espero sinceramente que, desta vez, haja sucesso na realização de tal desiderato. Utilizar a Justiça como arma de arremesso político, como tantas vezes tem sido feito, não pode continuar. Como muitas outras coisas têm de ser mudadas, desde a, por vezes, excessiva impunidade dos magistrados, à constante quebra do segredo de Justiça, passando pela prática errada de colocar tudo em… segredo de Justiça.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)