Siga-nos

Perfil

Expresso

Os imigrantes de que gostamos e idolatramos

  • 333

Nós gostamos de imigrantes, aqueles que nasceram noutros países e se juntaram a nós, para connosco trabalhar. Alguns idolatramo-los; como estes os que nasceram em Bissau, na Praia, Luanda, em Maceió, em Le Blanc-Mesnil, em Singen, em Givors ou em Angoulême. Todos eles são jogadores da nossa seleção, da seleção de Portugal

Os seus nomes? Todos os conhecem: Éder, Danilo, Nani, William, Pepe, Raphäel, Cedric, Anthony Lopes e Adrien. São nove, ao todo, e ontem, quando ganhámos a taça, estiveram em campo sete deles. Ou seja, dois terços da nossa equipa não existiria se Portugal não aceitasse imigrantes.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)