Siga-nos

Perfil

Expresso

Chamem-me o que quiserem

O que há de comum entre o Brexit e Fernando Santos?

  • 333

A pergunta feita no título pode parecer intrigante. Mas Martin Wolf, o economista-chefe do ‘Financial Times’, caso acompanhe a seleção portuguesa no Euro 2016, saberá responder rapidamente: ambos parecem apostar no empate. O treinador português chega às meias-finais sem ganhar um jogo no tempo regulamentar (e o que venceu no prolongamento foi por um golo a três minutos de ir a penaltis). Já o caso do Brexit é bastante mais complexo, mas tudo aponta que a estratégia a ser seguida seja o velho estratagema de ‘empurrar com a barriga’

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Redator Principal

Os Conservadores estão em ebulição e os Trabalhistas não lhes ficam atrás. Mais importante para uns e outros do que acionarem o artº 50 do Tratado (“porreiro, pá”) de Lisboa é escolherem um líder. Os trabalhistas querem correr com Jeremy Corbin por não ser convicto como europeísta; os conservadores definem-se entre cinco candidatos, dos quais os mais importantes são Michael Gove, que fez campanha pela saída ao lado de Boris Jonhson, e Theresa May, próxima de Cameron.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)