Siga-nos

Perfil

Expresso

O Mundo às avessas (ou como cada um ouve o que quer)

  • 333

Parece que o ministro alemão Wolfgang Schäuble quis que as sanções a Portugal e Espanha fossem aplicadas imediatamente, sem este tempo intermédio que deixou a decisão para mais tarde. Foi isso que disseram diversos órgãos de comunicação social

O comentador da SIC Luís Marques Mendes, ontem à noite, disse mesmo que concordava com António Costa quando este afirmava que parecia que o ministro alemão está a fazer o que “parece uma perseguição política” e que “não tem nenhuma razão para pedir sanções políticas para Portugal”.

Por isso não há dúvidas. Salvo para quem ler um comentador insuspeito de gostar politicamente de Schäuble, fundador do ‘Livre’ e deputado europeu independente, eleito pelo Bloco de Esquerda. Sabem porquê? Porque este comentador, Rui Tavares, diz que o ministro alemão não disse nada disso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)