Siga-nos

Perfil

Expresso

As notícias vistas ao contrário

  • 333

Hoje pareceria inevitável escrever sobre Marcelo e a sua tomada de posse como quinto Presidente da República democraticamente eleito por voto universal. Mas não é isso que vou fazer, porque amanhã, depois da maioria das comemorações passadas, também é dia. Vou antes falar do modo como se fazem notícias, quando estas se veem do outro lado – ou seja do ponto de vista contrário ao do jornalista

Ontem, ao fim do dia, estive no lançamento do livro de Henrique Raposo. Mais do que estar, fiz uma intervenção a apresentar o livro. Falou antes de mim o grande escritor José Rentes de Carvalho (é mesmo um grande escritor) e, depois, o autor, Henrique Raposo. Não dissemos todos o mesmo; discordámos em pontos interessantes.

Durante cerca de cinco minutos, a seguir à intervenção de Rentes, cerca de uma dezena de homens levantaram-se e cantaram uma canção alentejana, perante o silêncio da sala. Se não tivesse havido a polémica que antecedeu o lançamento da obra, dir-se-ia que fazia parte do programa. Mas não. Aquilo era a forma de protesto daqueles alentejanos, o Grupo Cantadores do Desassossego. Abandonaram a sala depois de cantar, sob os aplausos do público e a sessão seguiu.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI