Siga-nos

Perfil

Expresso

Não foi Jerónimo de Sousa, foi António Costa

  • 333

Na imprensa de hoje, ou em declarações de socialistas como Manuel Alegre, salientou-se muito uma alegada viragem do PCP e do seu líder Jerónimo de Sousa. Finalmente (Alegre até ficou emocionado) os comunistas tinham aceitado responsabilidades no poder e apoiavam um Governo de Esquerda

Temo ir contra esta autêntica corrente, posso estar enganado, mas a mim parece-me o contrário. Há anos que o PCP, Jerónimo de Sousa e todos os seus camaradas do Comité Central lutavam por estar no poder e ter responsabilidades. Apenas exigiam um ‘novo Governo e uma nova política’ ou “um governo de esquerda e patriótico”. Isso mesmo se pode ler nos cartazes e nos diversos manifestos que o PCP sempre fez.

Até que, derrubando (como já aqui escrevi) o muro, mas no sentido contrário ao que se fez em Berlim, Costa se pôs praticamente de acordo com o PCP.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI