Siga-nos

Perfil

Expresso

Crónica de quem ficou na página anterior

  • 333

Caro António Costa, afirmaste ao longo da campanha, e na campanha que fizeste depois das eleições, que ias virar a página da austeridade e que foi nisso que a maioria do povo votou. Embora me atreva a dizer que foi nisso que votou todo o povo, incluindo os que o fizeram no PàF, porque ninguém gosta de austeridade, entendeste que essa maioria seria o PS, o PCP e o BE. Muito bem, não vou agora discutir isso. Para esse efeito, aí está Francisco de Assis

Mas nesse virar de página de austeridade, em que aproveitaste para - e essa parte achei menos nobre - tratar os adversários de direita como uma espécie de inimigos a abater por quererem mal ao povo, aos cidadãos, quando sabes tão bem quanto outra pessoa qualquer com a tua formação, que não é esse o problema, nesse virar de página, dizia-te, colocaste as esperanças de muitos portugueses.

Mas há pelo menos uma pessoa de quem te esqueceste na página anterior: eu. E por isso, caro António, peço desculpa, mas tenho que protestar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI