Siga-nos

Perfil

Expresso

E o papel? Qual papel?

  • 333

Como bem dizia Ricardo Costa no Expresso Curto de hoje, “é bom não levar muito a sério, ou pelo menos de forma definitiva aquilo que políticos, comentadores e afins lhe dizem nestes dias”. Sigo o conselho e peço que o sigam em relação a mim. Não levem demasiado a sério, porque não faço ideia do que se segue. Posso apenas dizer o que acho que deveria seguir-se, mas isso é sempre o que faço

E deve seguir-se a nomeação de Passos para primeiro-ministro (já explico porquê) e depois disso a maior decisão política que o PS tem de tomar após ter rompido com as “frentes populares” no Congresso da Aula Magna de Dezembro de 1974.

A nomeação de Passos segue duas linhas de raciocínio: a primeira é que antes do tempo da nomeação, o PS, o BE e o PCP não terão um papel assinado com as linhas programáticas que pretendem seguir.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI