Siga-nos

Perfil

Expresso

O esplendor, perdão, a vergonha de Portugal

  • 333

Haverá alguma coisa em que CDS, PSD, PS e PCP estejam de acordo? Sim, há pelo menos uma: o ensurdecedor silêncio acerca dos presos políticos em Angola. Não falei no BE de propósito, porque o Bloco, sim, condenou a situação em que o regime de Luanda deixa Luaty Beirão e outros 14 jovens, ridiculamente acusados de tentativa de golpe de Estado através da leitura de um livro. Algo que nem Orwell em 1984, Huxley em O Admirável Mundo Novo ou Ray Bradbury que escreveu Fahrenheit 451, obra que está na origem do admirável filme de Truffaut, se lembrariam

Sim, eu sei, há o interesse do dinheiro. E também sei que Luaty Beirão, tendo dupla nacionalidade, quando está em Angola é angolano. E também li que um diplomata português o visitou por motivos humanitários. Mas isto é o mesmo que nada. E, na verdade, é nada. É a demissão da ideia democrática, da ideia universalista, da ideia humanista que deveria estar em primeiro lugar, no topo das prioridades de qualquer partido que se diz democrático.

Sim, eu sei, há o interesse do dinheiro. E também sei que Luaty Beirão, tendo dupla nacionalidade, quando está em Angola é angolano. E também li que um diplomata português o visitou por motivos humanitários. Mas isto é o mesmo que nada. E, na verdade, é nada. É a demissão da ideia democrática, da ideia universalista, da ideia humanista que deveria estar em primeiro lugar, no topo das prioridades de qualquer partido que se diz democrático.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI