Siga-nos

Perfil

Expresso

Um (im)previsto chamado PCP

  • 333

Ao passo que se deu muita relevância à falta de conclusões da reunião entre a coligação PSD/CDS e o PS (parece que a ideia de Costa é, agora, que a Coligação ceda ao PS por vontade própria sem negociações, mas posso ser eu a perceber mal, de tal forma isto está embrulhado), o certo é que poucos deram atenção a algo talvez agora mais decisivo: o impasse ou falta de qualquer conclusão na reunião técnica entre o PS e o PCP

Toda a gente sabe que o demónio está nos pormenores. E há vários pormenores que podem afastar o PCP do PS. Com esta certeza (minha, mas que penso ser evidente): o PCP cumpre integralmente a palavra dada, do mesmo modo que não cumpre minimamente aquilo a que não se compromete. O PCP não tem estados de alma, é previsível e confiável para quem goste, ou não, da sua política. Jerónimo de Sousa é isto. Exatamente isto.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI