Siga-nos

Perfil

Expresso

Sondagens, nervosismo e esperança

  • 333

As sondagens têm o efeito de alegrar e enervar os visados. Mas que tipo de conclusões poderemos retirar destes estudos, uma vez que eles têm falhado redondamente em todo o mundo? Será a altura de a Coligação pedir a maioria? Será o momento de o PS radicalizar o discurso? E que é feito dos partidos fora do sistema, que noutras paragens conseguiram bons resultados?

A tendência geral dos estudos de opinião não oferece dúvidas a ninguém. A coligação PSD/CDS sobe e o PS desce. Em quase todos os estudos a coligação vai à frente e a exceção é a do barómetro Eurosondagem, feita para o Expresso e para a SIC, que mantém o PS escassos 0,5% à frente, embora mantendo a tendência que já vinha da semana passada e fez correr alguma tinta: a coligação conseguiria, com estes resultados, mais mandatos do que o PS.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI