Siga-nos

Perfil

Expresso

Discutam só meio passado

  • 333

Vejo muita gente queixar-se desta campanha. Só discutem o presente e o futuro, obscurecem o passado, os anos de chumbo, os sacrifícios, os martírios, as emigrações a que Passos e a coligação obrigaram o país - dizem. Parece que isto foi um passeio...

Outros, criticam esta ausência de passado por outra via: não falam de Sócrates e dos seus inúmeros defeitos, do modo como esbanjou o dinheiro e nos deixou na bancarrota. O meu conselho a esses amigos - sejam eles mais para a esquerda ou para a direita - é que discutam só meio passado. Nunca o passado todo. Fariam mal em não escolher criteriosamente que passado querem visar. Se o passado recente, se o mais longínquo. Isto de discutir o passado pode levar-nos a conclusões tão trágicas como ser obrigado a reconhecer que Filipe II de Espanha e I de Portugal talvez tenha sido um dos nossos melhores e mais profícuos rei.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI