Siga-nos

Perfil

Expresso

Recordando Delors e a irrevogabilidade do Euro

  • 333

Jacques Delors, por muitos considerado o arquiteto da União Europeia, faz hoje 90 anos. Além das distinções de que já foi alvo (que a nível europeu só foram dadas a Jean Monnet e a Helmut Kohl) é interessante rememorar as suas propostas, aliás unanimemente aceites por todos os países que hoje fazem parte do Euro. E juntar a isso uma proposta, em certa medida surpreendente, que o presidente francês Hollande acaba de apresentar sobre um Governo comum para os países do Euro

As duas coisas estão mais ligadas do que parecem, mesmo que atravessemos tempos em que dizer mal do Euro, da sua impossibilidade e dos seus malefícios se tenha tornado moda. As realizações, mesmo que muito imperfeitas, são descartadas. Sobretudo as realizações imateriais como esse ‘pormenor’ de vivermos em paz, de não termos taxas cambiais ou de podermos utilizar os serviços de saúde de qualquer país da Europa, além de trabalhar legalmente em qualquer deles. Mas adiante…

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI