Siga-nos

Perfil

Expresso

Dá-lhe, que é o Cavaco!

  • 333

Confesso – e penso que isso transparece do que escrevo e digo – que nunca fui um grande admirador de Cavaco Silva. Pelo contrário, desde que foi primeiro-ministro, entre 1985 e 1995, até agora nunca deixei de criticá-lo, fosse pelo seu não muito cuidado entendimento da democracia, fosse pela forma insensível como muitas vezes se exprime

Particularmente grave, para mim, é a sua ideia de que duas pessoas com a mesma informação chegam necessariamente a conclusões idênticas – princípio errado e anti-pluralista, assim como o facto de ele ter optado pela reforma que aufere em vez do salário de Presidente da República.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI