Siga-nos

Perfil

Expresso

Singularidades de uma ministra loura

  • 333

Começou por dizer que o seu caso era simples e se chamava Maria Luís. Não se assustem, tendo roubado o título a Eça de Queirós roubei-lhe, também, a primeira linha do conto, substituindo o termo ‘rapariga’ por ministra e o nome Macário por Maria Luís. Tudo isto a propósito do corte das pensões em que a responsável das Finanças insiste, contra tudo e todos, deixando no ar a pergunta: acham que alguém que não pensasse seriamente que existe um problema de sustentabilidade na Segurança Social falaria disto antes das eleições? E acrescentou: “Eu sei que sou loura, tenho as minhas limitações…”. De facto, a ministra, além de ter algum humor é tudo menos estúpida ou burra ou algum dos adjetivos pejorativos que lhe queiram colar

Devo acrescentar que a não conheço de lado nenhum e, até ter ido para o Governo, nunca ouvira falar dela. Mas reconheço-lhe uma calma e uma coragem que na maioria dos homens não vejo. Se ela se movimenta pelo poder e pela política, fá-lo em sentido contrário e não no “Maria-vai-com-as-outras” tão próprio (e no caso dela até seria apropriado ao nome) que se costuma ver por aí.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI