Siga-nos

Perfil

Expresso

Dois mundos

Há sempre várias formas de olhar para o mesmo problema. Quando alguém assume responsabilidades governativas tem sempre a habilidade de ver o copo meio cheio. Costa foi mais longe. Perante um copo quase vazio, quando já é possível ver o fundo, consegue passar a imagem de que o copo transborda. De facto assim é, mas de ar. Portugal de 2016 esteve cheio de vento. Mas não de mudança. Esteve sim repleto da fantástica bazófia política.

O PS tomou o poder com uma economia a recuperar vinda de anos sucessivos de recessão. As exportações tinham-se tornado, pela primeira vez, verdadeiramente expressivas, passando a valer mais de 40% do PIB. Tínhamos uma imagem de bons alunos com boas perspetivas de conseguir descolar do rótulo de lixo que nos colocaram.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)