Siga-nos

Perfil

Expresso

Aparelho de Estado

Os Erros de Jesus

Tiago Mota Saraiva (www.expresso.pt)

[Guarda-redes] É certo que Deus é brasileiro e que Júlio César foi um imperador romano. Mas este Júlio César não é Deus nem romano. Apostar em mostrar à Europa, consecutivamente, o único erro de contratação do Benfica de Jesus, é mais do que uma penitência.

[Flanco esquerdo] A coisa tem funcionado e Coentrão parece nunca perder o fôlego. Regressar à "defesa Quique Flores" é transformar um dos melhores centrais do mundo num lateral banal que, naturalmente, não consegue ter profundidade de jogo.

[Flanco direito] O Benfica tem três jogadores para este flanco. Há um que está em má forma, Ramires, e outro que está em excelente forma e impedido de jogar no próximo jogo do campeonato, Maxi Pereira - não jogou.

[2ª avançado] Apesar do penalti, no primeiro jogo deu para perceber que Aimar não se dá bem no meio dos centrais. Onde páram Nuno Gomes, Kardec ou Weldon, na ausência de Saviola?

P.S. - Não seria de fazer uma petição ou uma causa no Facebook para que a Liga de Futebol se transforme numa instituição laica? Até compreendia que se encerrasse o campeonato no período do Ramadão, pois os jogadores muçulmanos estão em jejum, agora não se poder jogar à bola no Domingo de Páscoa e, sobretudo, fazer com que o Benfica apenas tivesse 3 dias de descanso com uma viagem pelo meio é escandaloso.